Cauteloso em relação a Ganso, Ney Franco o imagina pronto em um mês

Ganso durante apresentação no Morumbi
(Foto: Marcos Ribolli / Globoesporte.com)

Técnico do São Paulo prevê liberação do meia em breve, mas mesmo assim vai ter cuidado antes de colocá-lo em campo para estrear


Paulo Henrique Ganso deve ser liberado pelo departamento médico em um mês. Pelo menos é essa a projeção do técnico Ney Franco. De qualquer maneira, o comandante do São Paulo vai adotar cautela na hora de escalar o maestro, recém-contratado ao Santos em negociação polêmica.

– O Ganso fez um contrato de cinco anos. Então, é para ser usado nesses cinco anos. Ele requer cuidados médicos. Se eu achar que colocar o Ganso em campo vai expor o jogador fisicamente, não vou fazer. Mesmo depois de liberado – comentou o técnico.

Em recuperação de uma lesão no músculo reto femural da coxa esquerda, o novo meia do São Paulo está em tratamento intensivo para ser logo utilizado pela comissão técnica. A previsão de retorno é de quatro semanas.

– Recebemos o retorno do departamento médico de que ele poderá ser utilizado ainda este ano. Talvez em quatro semanas ou oito rodadas – acrescentou o comandante.

Ganso faz tratamento no Reffis – Foto: Divulgação / São Paulo FC

Paulo Henrique Ganso foi apresentado oficialmente no São Paulo no último domingo, antes da vitória por 1 a 0 sobre o Cruzeiro. Triunfo que deixou o Tricolor a dois pontos do G-4. No próximo domingo, pelo Brasileirão, o jogo é diante do Coritiba, fora.

Antes disso, na próxima quarta-feira, o São Paulo encara a LDU de Loja, no Equador, pela partida de ida das oitavas de final da Copa Sul-Americana. O principal desfalque para a partida fora de casa é Luis Fabiano, com estiramento na coxa direita.

Comentários

Comentários

Mostre mais

Berg Pinheiro

Cearense nascido em Senado Pompeu no Ceará em 1988,foi radialista atualmente editor do Site Ceará Noticia.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios