Ciro Gomes o mais preparado para o cargo de Presidente do Brasil

Todos sabemos que nessa eleição de 2018 serão muitos os candidatos  a Presidência da Republica, mas é necessário que tenhamos muito cuidado na hora da escolha e por isso hoje vamos falar de um candidato que esta acima de todas as expectativas.

Ciro Gomes

Ciro Gomes na abertura da II Semana de Políticas Públicas da UFABC.

Vamos conhecer um pouco de sua historia:

Ciro Ferreira Gomes é um político e advogado brasileiro que nasceu em Pindamonhangaba no interior de São Paulo. Cresceu e fez carreira política no Ceará, onde se formou em Direito em 1979 e elegeu-se deputado estadual aos 25 anos, prefeito de Fortaleza aos 31 e Governador do Estado aos 33.

Com apenas 36 anos, foi ministro da Fazenda de Itamar Franco em 1994 e depois disputou duas vezes a presidência da república pelo PPS: em 1998 e 2002. Em 2003 foi convidado pelo presidente Lula para a pasta da Integração Nacional, na qual permaneceu por 3 anos, sendo o ministro responsável pela concepção do projeto de transposição do rio São Francisco.

Formação

Em 1979 formou-se em Direito pela Universidade Federal do Ceará, mesmo ano em que concorreu como vice-presidente nas eleições da UNE.
No ano de 1985, Ciro Gomes foi também professor de Direito Tributário na Unifor (Universidade de Fortaleza) e em 1979 foi professor de Instituições de Direito Público e Privado na UVA (Universidade do Vale de Aracaú). Judicael Pinho, que era o Coordenador de Curso de direito quando Ciro foi admitido professor na Universidade, afirmou à Folha que para ensinar a disciplina e ser admitido no curso “era necessário um amplo conhecimento da legislação tributária brasileira
Em janeiro de 1995, Ciro parte para os Estados Unidos e lá estuda economia durante um ano e meio na Harvard Law School.
Carreira Politica
Com apenas 24 anos, elegeu-se deputado em 1982. Reelegeu-se em 1986 quando foi líder do governo Tasso.
Criou a primeira comissão de Meio Ambiente de uma Assembleia Legislativa no Brasil.
Foi eleito prefeito de Fortaleza. Em três meses implantou na prefeitura uma reforma fiscal que fez com que as contas públicas da capital cearense deixassem de ser deficitárias. Segundo Datafolha e Ibope foi o prefeito mais popular do país.
Na eleição presidencial de 1989, apoiou no primeiro turno Mário Covas, candidato de seu partido, e Lula no segundo turno.
Foi o 52º governador do Ceará, eleito aos 33 anos. Segundo o Datafolha e Ibope foi o governador mais popular do país no período. Como havia feito quando prefeito de Fortaleza, escolheu metade do seu secretariado de mulheres.
Pela redução da mortalidade infantil no Ceará, Ciro recebeu em 1993 em Nova York o Maurice Pate, prêmio mundial do Unicef. Em 1993 construiu o Canal do Trabalhador, obra de quase 120 km que salvou Fortaleza do colapso do fornecimento de água.
Em 1994 é convidado pelo presidente Itamar Franco para ser ministro da Fazenda, participando da criação e estabilização do Plano Real.
Candidatou-se à presidência da república em 1998 e 2002 pelo PPS. Em 2002 apoiou Lula no segundo turno.
Foi ministro da Integração Nacional no governo do presidente Lula de 2003 a 2006. Foi nesta pasta que comandou o projeto de Transposição do rio São Francisco.
Foi eleito o deputado federal mais votado do país, proporcionalmente, em 2006, com mais de 16% dos votos no Ceará. Experiência importante, mas que classificou como a pior de sua vida pública.
Quando deixou o cargo, em 2010, recusou mais uma aposentadoria a que teria direito, como fez quando ex-prefeito e ex-governador.
Em 2013 foi nomeado Secretário Estadual de Saúde no Ceará no governo Cid Gomes.
Secretário de Saúde do Ceará também do governo Camilo Santana.
Em setembro de 2015, filiou-se ao PDT.
Em 3 de fevereiro de 2015, Ciro Gomes foi contratado como Diretor da Transnordestina Logística S/A. A empresa é subsidiária da Companhia Siderúrgica Nacional (CSN), sociedade empresária privatizada em 1993. Segundo informações divulgadas à imprensa, seu principal desafio no comando da entidade seria a conclusão da Transnordestina, ferrovia que ligaria o Porto de Pecém, no Ceará, ao Porto de Suape, em Pernambuco. A obra ferroviária, após sucessivos adiamentos, teve a entrega marcada para o final do ano de 2016.
Ciro se posiciona contra as reformas trabalhista e da previdência.
É um candidato com uma biografia de fazer inveja a qualquer um de seus adversário. Por esses e outros motivos o candidato que esta preparado para fazer o Brasil voltar a crescer.

Comentários

Comentários

Tags
Mostre mais

Berg Pinheiro

Cearense nascido em Senado Pompeu no Ceará em 1988,foi radialista atualmente editor do Site Ceará Noticia.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios