Home / Ceará / 28 de Abril: Ceará adere à Greve Geral contra Reformas
Greve geral

28 de Abril: Ceará adere à Greve Geral contra Reformas

Contra a retirada de direitos do povo brasileiro, em especial da classe trabalhadora, através das Reformas da Previdência e Trabalhista propostas pelo governo ilegítimo de Michel Temer, centrais sindicais, movimentos sociais, partidos políticos e sociedade civil organizada voltam a ocupar as ruas na próxima sexta-feira (28). A Greve Geral promete parar o país na luta por “Nenhum Direito a Menos” e representará passo decisivo no embate, sem trégua, para derrotar o governo golpista.

O Ceará, assim como os demais Estados do país, também vai parar. Professores das redes municipal, estadual e federal, motoristas, bancários, comerciários, dioceses ligadas à Igreja Católica de várias cidades e até Prefeituras já oficializaram adesão à paralisação nacional. A iniciativa, construída em conjunto com as centrais sindicais somadas às diversas entidades de movimentos sociais, busca defender as conquistas populares dos últimos anos. Só a mobilização, a luta e o povo nas ruas poderão impedir os riscos dos direitos já conquistados e ameaçados.

Em Fortaleza o ato ocupará o centro da Capital cearense. A concentração será a partir das 9h, na Praça da Bandeira, de onde trabalhadores e manifestantes seguirão em caminhada pela principal região de comércio popular de Fortaleza contra o maior ataque aos direitos trabalhistas, previdenciários e sociais da história brasileira.

Bandeira unificada

O povo voltará a ocupar as ruas em repúdio à proposta de Reforma da Previdência, que pretende acabar com a previdência pública no Brasil; para denunciar a Reforma Trabalhista, que rasga a CLT e gera trabalho precário; e ainda contra o PL 4302, recém aprovado na Câmara dos Deputados, que permite a terceirização na atividade fim.

Centrais unidas

CTB, CUT, CSB, Nova Central, Força Sindical, UGT, Intersindical, CSP-Conlutas e CGTB, além das Frentes Brasil Popular e Povo sem Medo estão atuando em unidade e mobilizando trabalhadores com o objetivo de paralisar o Brasil.

Mais

A última Greve Geral, segundo a CUT Nacional, aconteceu em 1996, durante o primeiro mandato do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB). A maior, entretanto, aconteceu entre os dias 14 e 15 de março de 1989, onde, segundo centrais sindicais, 70% da população teria paralisado atividades.

Serviço

Greve Geral – Fortaleza

Data: Sexta-feira (28)
Concentração a partir das 9h, na Praça da Bandeira e caminhada pelas ruas do Centro de Fortaleza.

Fonte: http://vermelho.org.br

Comentários

Comentários

Veja Também

download

SENADOR POMPEU: PRISÃO POR MANDATO EM ABERTO E TCO POR POSSE DE DROGAS.

Nesta Quinta(22) por volta das 13 horas e 30 minutos, durante o patrulhamento de rotina no ...

Deixe uma resposta