Figueirense vence mistão do Timão, sai da lanterna e ganha folego

Gol de Caio e defesas de
Wilson contra misto do Timão
tiram Figueira da lanterna (Cristiano Andujar / Futura Press)

Gol de Caio aos 43 segundos do segundo tempo e ótima atuação do goleiro Wilson garantem catarinenses. Corinthians não ‘ajuda’ o rival Palmeiras

Não é só a briga pelo título que promete ser intensa no Campeonato Brasileiro. Figura constante na zona do rebaixamento, o Figueirense embolou também a disputa contra a degola nesta quarta-feira. Aproveitando os seis desfalques do Corinthians, o clube catarinense mostrou que ainda está vivo na competição e venceu o mistão paulista por 1 a 0, no Estádio Orlando Scarpelli.

O gol de Caio aos 43 segundos do segundo tempo e a grande atuação do goleiro Wilson ainda não tiram a equipe de Florianópolis do grupo dos quatro piores, mas melhoram a condição dela. Agora, aparece na 18ª posição, com 18 pontos, aumentando as chances de se salvar após as 38 rodadas. O Coritiba, derrotado pela Portuguesa, tem apenas quatro a mais.

Já o Corinthians, que passou os últimos dias prometendo seriedade sem a sua formação principal, segue cumprindo tabela. De olho no Mundial de Clubes, o Timão cai para o 12º lugar, com 28 pontos, com chances remotas de brigar pelo segundo título nacional consecutivo e distante do rebaixamento.

O revés na região Sul, aliás, influencia diretamente a vida do arquirrival Palmeiras, concorrente direto dos catarinenses na parte de baixo da tabela. O Verdão caiu para penúltimo, com 17, mas ainda poderá subir na classificação se vencer o Sport, nesta quinta-feira, na capital paulista.

O Figueirense volta a campo no sábado para enfrentar a Ponte Preta, às 18h30m (de Brasília), no Moisés Lucarelli, em Campinas. No mesmo dia, o Corinthians recebe o Grêmio, às 21h, no Pacaembu, em São Paulo.

Martinez tenta levar o Corinthians para o ataque em Florianópolis (Foto: Rubens Flores / Agência Estado)

Martinez e Aloísio, os melhores do primeiro tempo

Mais do que dar descanso a alguns titulares, o técnico Tite pôde observar outros jogadores que serão úteis no Mundial de Clubes, em dezembro, no Japão. Um dos reforços para o segundo semestre foi quem mais se destacou pela equipe paulista no primeiro tempo. Aberto pela esquerda, o argentino Martinez deu trabalho à defesa adversária e quase fez um golaço, chutando com efeito de pé direito. Wilson fez ótima defesa no ângulo.

O ímpeto corintiano dos minutos iniciais foi diminuindo com a melhora gradativa do Figueirense apenas depois dos 20 minutos. Nitidamente nervoso pela necessidade de reagir e fugir do rebaixamento, o clube de Santa Catarina errou passes em demasia e demorou a se encontrar.

A evolução do Figueirense veio com a boa atuação de seu principal jogador, o atacante Aloísio. Ele quase colocou os donos da casa em vantagem com um golaço. O camisa 9 se livrou de três marcadores na área e bateu rasteiro. Fábio Santos salvou sobre a linha. Pouco depois, recebeu passe em profundidade na área, mas se atrapalhou na finalização e permitiu que Danilo Fernandes evitasse.

Apesar das boas oportunidades, o Figueirense esteve longe de empolgar, sobretudo pela maneira desorganizada de tentar sufocar. O Corinthians também não respondeu. Romarinho correu muito, mas brilhou pouco. O mesmo aconteceu com Douglas, marcado, sumido e sobrecarregado sem a companhia de Danilo na armação.

Figueira volta com tudo e garante vitória no início

O Figueirense não deu tempo para o Corinthians se acomodar em campo na etapa final. Com 43 segundos de bola rolando, os catarinenses chegaram ao gol em uma falha da defesa adversária. Helder disparou pelo lado esquerdo e cruzou rasteiro. A bola passou por toda a pequena área e encontrou o desvio de Caio na segunda trave.

A desvantagem fez o Corinthians acordar. Guilherme, escalado pela primeira vez como titular, ganhou mais liberdade para atacar e levou perigo duas vezes. O problema foi a bela atuação do goleiro rival. O volante paulista passou por dois adversários na área e finalizou. Com um leve toque, Wilson mandou a bola na trave e ainda evitou o gol de Edenílson logo depois.

Sem conseguir segurar a bola no ataque, o Figueirense recuou prematuramente e passou a ser pressionado mesmo jogando em casa. Por sorte, Wilson continuou salvando o pior. Ele voltou a aparecer com outra bela defesa em chute de longe de Guilherme e salvou um gol olímpico de Douglas.

Tite arriscou tudo com as entradas de Weldinho, Giovanni e Adilson na tentativa de dar um maior poder ofensivo ao Corinthians. Mas a noite era de Wilson. Aos 47, Romarinho dominou livre na área e chutou forte. Rápido, o goleiro caiu no canto direito e fez grande defesa.

Fonte: GLOBOESPORTE.COM

Comentários

Comentários

Tags
Mostre mais

Berg Pinheiro

Cearense nascido em Senado Pompeu no Ceará em 1988,foi radialista atualmente editor do Site Ceará Noticia.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios