Senador Pompeu: Pedido de afastamento do prefeito é adiado por falta de parlamentares

Foto: Fernando Ivo

Manifestantes tentaram invadir residência de vereador e os acusam de “covarde”, o clima foi tenso.

O clima político no município de Senador Pompeu, no Sertão Central cearense, continua tenso, principalmente após o retorno de Antônio Teixeira ao cargo de prefeito domunicípio na última semana.

A sessão da Câmara Municipal nesta terça-feira, 11, pretendia pedir o afastamento do prefeito petista. Eram necessários seis votos para que a Câmara Municipal conseguisse o afastamento baseado em denuncias de corrupção. A Polícia Militar recebeu reforço e a Rua Professor Cavalcante, onde fica localizado a Câmara Municipal, teve que ficar interditada durante a sessão para evitar o encontro de manifestantes que pediam a cassação com simpatizantes do Partido dos Trabalhadores.

Protesto

Alguns manifestantes se vestiram de preto e saíram às ruas da cidade de Senador Pompeu em direção a Câmara Municipal. Segundo os organizadores da manifestação, o intuito era pedir o fim da corrupção em Senador Pompeu pedindo que os vereadores afastassem o prefeito Antônio Teixeira do cargo.

Segurança

Dezenas de Policiais Militares garantiram a ordem na cidade. A Rua onde fica localizada a Câmara Municipal ficou parcialmente interditada. Somente os vereadores, funcionários e imprensa tiveram acesso às dependências da casa. Poucos simpatizantes do prefeito foram à Câmara, facilitando o trabalho da polícia que temia um encontro entre os militantes.

Sessão

A sessão estava prevista para começar às 19 horas, mas somente 30 minutos depois o presidente da Câmara, Ibervam Ramos deu inicio a sessão que contava com os vereadores Chico do Jeová (PTB), Terezinha Matos (PR), Marcia Zomim (PSB), Francisco Jorge (PSDB), Tasso Baia (PT) e Chico Pinheiro (PT). Após iniciada a sessão, uma pequena discussão entre o presidente Ibervam Ramos e o Vereador Tasso Baia mostrou um clima tenso entre os parlamentares, logo em seguida o vereador petista pediu permissão para se retirar da sessão, logo após Chico Pinheiro(PT) também abandonou a sessão. O primeiro parlamentar ao usar a palavra foi Chico do Jeová, que lamentou a ausência dos colegas e criticou a postura do vereador Alexandre Alencar, do PSB, que não foi à sessão e nem informou os parlamentares o motivo da sua ausência.

Segundo Chico do Jeová, o vereador Alexandre foi um dos que mais lutou pelo afastamento do Prefeito Antônio Teixeira, e há dois dias estava sem contato, deixando a população de Senador Pompeu sem entender a sua decisão em não comparecer a sessão. O presidente Ibervam Ramos foi o segundo a usar a palavra. Durante sua fala procurou mostrar e prestar contas dos seus 14 meses como prefeito interino, lembrando obras e serviços ao qual o mesmo esteve à frente durante esse tempo. Com a ausência do vereador Alexandre Alencar (PSB), o pedido de afastamento do prefeito Antônio Teixeira foi encaminhado para assessória jurídica da casa e voltará para sessão da próxima terça, 18.

Confusão

Após o final da sessão, militantes que esperavam o afastamento do prefeito Antônio Teixeira saíram em direção a residência do vereador Alexandre Alencar, ao qual faltou a sessão. Foi necessário o reforço policial na residência para evitar que os manifestantes invadissem a casa do parlamentar. Aos gritos de “covarde”, a polícia tentou acalmar os ânimos dos manifestantes evitando um confronto entre os militantes.

Videos do evento:



Fernando Ivo

FOTOS E VIDEOS: osertaoenoticia.com
O Sertão é Noticia.

Comentários

Comentários

Mostre mais

Berg Pinheiro

Cearense nascido em Senado Pompeu no Ceará em 1988,foi radialista atualmente editor do Site Ceará Noticia.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios